sábado, maio 11, 2013

Vendaval


Vem, vem bem forte
Vem com tudo
Me derruba
Me atropela
Me emudece

Quero sentir
Quero sentir
Quero sentir

Quero a lágrima do desespero correndo legítima pelo rosto
O grito suplicante no escuro na esperança tímida de ser ouvido
O impacto da atitude diante do sofrimento
O urro misturado ao choro
Os bolinhos de papel higiênico para assoar o nariz
A pena redentora de mim mesma

O chamado

Camm

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial